ACII participa de lançamento do projeto de reforma do Teatro Ferreira Gullar

O projeto da obra de reforma e ampliação do teatro foi aprovado pela Lei estadual de incentivo à cultura


ACII participa de lançamento do projeto de reforma do Teatro Ferreira Gullar

A ACII participou da solenidade de lançamento da obra de reforma e ampliação do Teatro Ferreira Gullar que aconteceu nesta última quinta-feira (22). A solenidade contou com a presença de empresários, artistas, imprensa e demais convidados.

De autoria da empresa Carvalho Assessoria e Projetos, por intermédio da professora Núbia Angela Carvalho, o projeto foi uma iniciativa da Associação Artística de Imperatriz – ASSARTI, que foi acompanhado pela empresa Franco Engenharia (empresa que ficará responsável pela obra), tendo à frente o engenheiro João Neto Franco.

O projeto da obra de reforma e ampliação do teatro foi aprovado pela Lei estadual de incentivo à cultura, um instrumento de fomento e difusão da produção cultural no Estado que se destina ao financiamento de projetos artísticos e culturais, por meio de recursos oriundos da renúncia fiscal do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) a partir do faturamento das empresas patrocinadoras.

Durante o evento a especialista em Projetos Incentivados pela Lei Rouanet, do estado de São Paulo, Luciana Silva Castro, orientou os empresários e contadores, a apoiarem projetos, cujos recursos são oriundos da lei de incentivo à cultura.

A consultora de projetos culturais e professora Núbia Carvalho, apresentou os projetos em fase de captação de recursos para a reforma do teatro e destacou a importância das leis de incentivo a cultura. “É preciso compreender que o recurso destinado à cultura não é de exclusividade da empresa, pois pode ser descontado em forma de imposto”, afirmou ela.

O presidente da ACII, Hélio Araújo, também destacou a importância da lei de incentivo a cultura e conclamou os empresários a apoiarem projetos como estes “A ACII quer que o dinheiro que você paga em impostos para o Estado, seja direcionado para projetos de leis de incentivos fiscais. Precisamos direcionar nosso dinheiro para algo que estamos enxergando. Somos nós que escolhemos a cidade para viver e empreender!” disse ele.

O projeto recebe o patrocínio da CEMAR - Centrais Elétricas do Maranhão; Secretaria de Estado de Cultura, Lei Estadual de Incentivo à Cultura e Governo do Maranhão. Apoio da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz, HOTBEL, Academia Imperatrizense de Letras - AIL e Fundação Rio Tocantins - FRT.