Começa a temporada de contratação temporária no comércio de Imperatriz

O setor que se destaca em número de contratações nessa época do ano é o comércio varejista


Começa a temporada de contratação temporária no comércio de Imperatriz

As contratações temporárias já começaram no comércio de Imperatriz. Segundo a avaliação do presidente da Associação de Lojistas do Calçadão (ALC) e diretor ajunto para Assuntos do Couro e Derivados, Manoel Marcone Marques, mais de mil pessoas serão contratadas para atender a demanda das festividades de fim de ano no principal centro de compras da cidade, o Calçadão.
O setor que se destaca em número de contratações nessa época do ano é o comércio varejista, principalmente, nos segmentos de roupas, calçados e brin-quedos, que são os itens mais procurados no Natal. De acordo com Marcone, os empreendimentos do Calçadão devem contratar , em média, 3 pessoas por empreendimento.
No Maranhão, de acordo com estimativa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão – Fecomércio, das vagas ofertadas no comércio a maioria é para vendedor, analista de crédito, auxiliar administrativo e auxiliar de departamento financeiro.
De acordo com uma pesquisa realizada em todas as capitais pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) no perfil mais procurado pelas empresas estão qualidades como ser dinâmico (53%), comprometido (37%), saber trabalhar em equipe (26%) e ser comunicativo (25%), apontado com diferenciais na escolha dos candidatos. Parte da mão de obra contratada como temporária é efetivada após o período de final de ano.
Uma característica curiosa que a pesquisa apresenta é a preferência dos empre-sários pelo público feminino, aproximadamente 44% dos entrevistados disseram preferir mulheres para os cargos no setor do comércio. E 60% dos empresários optam por contratar pessoas de até 34 anos. Dependendo do cargo pretendido, ter o ensino médio completo ou incompleto é o suficiente para ocupar alguma das vagas ofertadas.
De acordo com Manoel Marcone Marcone a expectativa de crescimento no nú-mero de compras é de 10% a mais, em relação ao mesmo período do ano pas-sado “o Natal é a data mais importante para o comércio é um período em que os consumidores tradicionalmente presenteiam a família e amigos”, comenta.

Foto: Reprodução internet