Cresce o número de microempreendedores em Imperatriz

A cidade ganhou cerca de 8 mil novos empreendedores, informa o Sebrae


Cresce o número de microempreendedores em Imperatriz

Segundo dados do Sebrae/MA, registraram-se, no primeiro semestre do ano, cerca de 8 mil novos microempreendedores individuais na cidade de Imperatriz. O diretor da ACII, Jairo Almeida dos Santos, enfatiza que o crescimento do número de microempreendedores é um dos indicadores da força do comércio e das atividades de prestação de serviço em Imperatriz. Ele comenta que “são extremamente as fases de crise econômica que motivam microempreendedores a identificarem novas oportunidades de negócios, o que certamente se reflete em melhorias na economia local”. Além disso, raciocina o dirigente empresarial, “se esses microempresários se capacitarem por meio de cursos e treinamentos e focarem acertadamente o seu segmento, com certeza serão os pequenos e médios e até grandes empresários do futuro.”


Como se tornar um microempreendedor individual?

Primeiro é feito um cadastramento e triagem. Após o cadastramento, o CNPJ e o número de inscrição estadual são emitidos sem que haja a necessidade de encaminhar nenhum documento a Junta Comercial. Nesse procedimento, além do Sebrae, o microempreendedor individual pode obter ajuda de empresas de contabilidade optantes do Simples Nacional. Essas empresas estão habilitadas a realizar a formalização e a primeira declaração anual de renda gratuitamente. O pagamento da taxa de microempreendedor individual deve ser efetuado, na rede bancaria ou casas lotéricas, até o dia 20 do mês subsequente, por meio do Documento de Arrecadação do Simples Nacional – DAS, gerado por meio do Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br). Depois desses procedimentos, o Sebrae ou a firma de contabilidade concluirá a abertura da empresa e a liberação do alvará, inscrição municipal e da liberação das guias de pagamento.


Documentos necessários:

Carteira de identidade, CPF ou Carteira Nacional de Habilitação – CNH originais, comprovante de residência, comprovante de endereço comercial, recibo de declaração de Imposto de Renda Pessoa Física e Título de Eleitor.