Curso de Operador de Processo de Produção formou 20 novos profissionais em Imperatriz

O curso faz parte do programa Formare Aprendiz, uma parceria da Suzano com a Fundação Iochpe


Curso de Operador de Processo de Produção formou 20 novos profissionais em Imperatriz

Imperatriz, 28 de Novembro de 2016 – A Suzano Papel e Celulose realizou na última semana a cerimônia de formatura da 2ª turma do programa Formare Aprendiz em Imperatriz. O evento aconteceu na própria unidade industrial e comemorou a formação de 20 jovens no curso de Operador de Processo de Produção. A cerimônia teve participação de aproximadamente 100 pessoas, entre elas o atual prefeito da cidade, Sebastião Madeira, membros do poder público, da Fundação Iochpe, de escolas parceiras do projeto, educadores voluntários, amigos e familiares dos formandos.

Para Carlos Alberto Griner, Diretor Executivo de Recursos Humanos da Suzano Papel e Celulose, o curso representa uma forma de valorizar a formação e desenvolvimento de novos talentos. “O Formare Aprendiz reflete o nosso compromisso de contribuir na transformação das comunidades do entorno das nossas operações. Acreditamos sempre que, através da educação e da atuação voluntária, cada um pode ser protagonista no seu papel perante a sociedade”, destaca o executivo.

Ao todo, foram 1.200 horas de disciplinas práticas e teóricas, permitindo que os alunos tivessem conhecimentos sobre processos produtivos, empreendedorismo, matemática, comunicação, trabalho em equipe, entre outros. As aulas do Formare Aprendiz foram ministradas por colaboradores voluntários da Suzano dentro da unidade industrial.

Elisabete Pagliusi, coordenadora do Voluntariado, afirma que a participação dos profissionais da Suzano Papel e Celulose no projeto demonstra a preocupação da empresa em promover um ambiente de troca de experiências e valorização dos talentos internos que estão dispostos a compartilhar conhecimento. “Procuramos incentivar e inspirar as pessoas a serem voluntárias, pois acreditamos que todos podem contribuir de alguma forma. Todos têm algo para compartilhar e para aprender. Dessa forma, o voluntário se torna um agente transformador na educação”.

Além da formatura da turma de 2016, o evento apresentou os 19 jovens da 3ª edição do Formare Aprendiz em Imperatriz, iniciado em setembro deste ano.

Para Denise Damares Cardoso, formanda e oradora da turma, o programa foi um diferencial para prepara-los não só para o mercado de trabalho, como para a vida. “Nosso início no programa foi repleto de incertezas, não sabíamos a dimensão do que era viver em um mundo coorporativo, e nem do que nos aguardava pela frente, a certeza que tínhamos era que a nossa sede por conhecimento nos consumia e de que precisávamos saciar.”

O colaborador voluntário, Luis Carlos de Andrade, salienta que o diferencial de participar da iniciativa é ver o brilho nos olhos e desejo de aprendizado dos jovens profissionais. “Sentia-me mal quando não conseguia dar aula, a sede pelo conhecimento estava presente em cada pergunta, em cada olhar. Crescemos juntos. Eles entraram na fábrica como estudantes e saem como profissionais", comenta.

O programa Formare Aprendiz é uma parceria da Suzano com a Fundação Iochpe que, desde 2005, formou 31 turmas com 556 jovens. Desses, 75% já estão inseridos no mercado de trabalho. Em Imperatriz, a Suzano Papel e Celulose já absorveu 16 jovens para atuar na empresa (14 colaboradores próprios e 2 prestadores de serviços).



Assessoria