Imperatriz recebeu Semana do Microempreendedor Individual

Capacitação com palestras e oficinas são algumas das ações desenvolvidas pela Semana do MEI em Imperatriz


Imperatriz recebeu Semana do Microempreendedor Individual

Foi realizada de segunda (13) à sexta-feira (17), as atividades da Semana do Microempreendedor Individual (MEI), numa promoção do Sebrae através de sua unidade regional. Foram oferecidas oficinas práticas, palestras e orientações, integrando o evento realizado em todo o Brasil. As ações de capacitação foram desenvolvidas na Praça de Fátima, durante o dia, e no auditório da nova sede do Sebrae no período da noite.
De acordo com o Sebrae, o acesso ao crédito, máquinas de cartão, concessão de CNPJ e visibilidade no mercado são alguns dos benefícios que o MEI recebe ao sair da informalidade e a instituição tem intensificado a capacitação desses profissionais que iniciam seus pequenos negócios de maneira amadora e após conhecer os benefícios, optam pela formalização. Para ser MEI é necessário ter um faturamento anual de até 60 mil por ano e dispor de um funcionário que seja formalizado com carteira assinada.
Na Praça de Fátima consultores e analistas do Sebrae deram dicas e informaram sobre todo o processo de formalização. Além dos serviços do Sebrae, instituições parceiras, como o Senac, ofereceram o serviços de corte de cabelo, massagem e penteados. O Sest-Senat apresentaram trabalhos e serviços da instituição.
Dentre as oficinas SEI, exclusivas para MEIS, oferecidas, esteve a “SEI Vender”, ministrada pelo consultor Francisco Kennedy Quinderé, que de maneira dinâmica e criativa, apresentou os componentes necessários para aumentar o faturamento, destacando os principais elementos de vendas, com foco em produto, cliente, preço, ponto e promoção.
O gerente da unidade do Sebrae em Imperatriz, Danilo Borges, avalia como positiva a participação dos microempreendedores na busca por capacitação e destaca que a qualificação é o fator que marca o diferencial no desempenho de um negócio. “São ações que proporcionam capacitação técnica aos microempreendedores e os atualizam sobre as práticas de gestão que podem adotar, para que seus negócios consigam estabilidade, buscando sucesso no mercado”, disse Borges, que destaca ainda que a Semana do MEI em Imperatriz foi produtiva e a procura para sair da informalidade aumentou bastante, ressaltando que mais de 400 atendimentos foram realizadas nestes cinco dias.