Pesquisa do CNME/CACB identifica o perfil do empreendedorismo feminino associativista no Brasil

O prazo de preenchimento é até 31 de janeiro. Todo o processo de coleta e análise de dados será acompanhado pela CACB


Pesquisa do CNME/CACB identifica o perfil do empreendedorismo feminino associativista no Brasil

As mulheres empreendedoras desempenham um papel importante no desenvolvimento econômico e social do país. Por isso, o Conselho Nacional da Mulher Empresária (CNME) por meio da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) e em parceria com representações estaduais, realizam uma pesquisa sobre o perfil da mulher empresária no Brasil.

O objetivo é conhecer características dos negócios, além de identificar desafios enfrentados pelas empreendedoras na gestão, participação e ascensão em cargos de lideranças em instituições de classe.

Segundo a presidente do Conselho da Mulher Empresária (CME/ACII), Joçara Felipe, as mulheres têm ocupado espaço e reconhecimento na economia brasileira. Ainda assim, há muitos desafios pela frente, como a conciliação dos papéis exercido pelas mulheres dentro da família e dos negócios. “Diante do levantamento de dados da pesquisa, será traçado uma radiografia do empreendedorismo feminino no Brasil. Com isso, espera-se contribuir com os agentes econômicos responsáveis pela geração de ações e, a formulação de políticas voltadas para incentivar e apoiar as mulheres a inserir-se no mercado mais ativamente, de forma mais sustentável e competitiva”, estima.

Levantamento
Tendo como amostra as mulheres empresárias, proprietárias de empresa, ligadas ao Sistema CACB, os pontos abordados são: características da empreendedora e do negócio; necessidades e desafios empresariais; necessidades e desafios pessoais; participação e protagonismo na sociedade, além de liderança de entidades de classe.

Para a gestora do CNME e analista do programa Empreender na CACB, Patrícia Rêgo, a pesquisa poderá ser preenchida por todas as mulheres empresárias que fazem parte do sistema CACB: “Não é exclusiva para núcleos setoriais de Mulheres Empresárias. Queremos identificar o perfil da empreendedora que faz parte do sistema associativista para investir na construção de novos projetos e ajudá-las a alavancar seus negócios”.

Como participar?
A pesquisa, que mantém o sigilo absoluto das empresárias entrevistadas, é feita por meio de um formulário online. O prazo de preenchimento é até 31 de janeiro. Todo o processo de coleta e análise de dados será acompanhado pela CACB.
Você, empresária pode responder o levantamento através do link: bit.ly/cnmepesquisa.

A pesquisa é realizada em parceria com a Confederação das Associações Comerciais e Empresarias do Brasil (CACB), Conselho da Nacional da Mulher Empresária (CNME), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Associações Comerciais e Conselhos de Mulheres Empresárias de todos os estados.